Eventos

[Eventos][bleft]

Notícias

[Notícias][bsummary]

Emprego

[Emprego][twocolumns]
SUA MARCA AQUI

Tecnologia

[Tecnologia][bsummary]

Maitê, "A mulher de Bath", lota Centro de Convenções


O público que se fez presente ontem (10) no Centro de Convenções Carajás para ver a adaptação e interpretação feitas por Maitê Proença para o texto do escritor inglês Geoffrey Chaucer (1343-1400) é um sinal de que em Marabá há consumidor para o teatro.

Não é a primeira vez que nossa cidade traz atores Globais (ex), antes de Maitê já passaram por aqui Edwin Luisi, Roberto Pirilo, Carlos Bonow, Iran Malfitano e Cláudio Andrade com a comédia “5 Homens e um segredo”, também com bom público, fora isso os eventos de stand up comedy sempre recebem muita gente, que o digam Whindersson Nunes e Tirulipa.

A mulher de Bath

A Mulher de Bath é narrado por Alice que, na Inglaterra da Idade Média, revela sua esperteza ao, sem contestar abertamente os preceitos morais da época, tratar dos prazeres do sexo como algo que não deveria ser privilégio dos homens. “E, o que é melhor, ela utiliza as determinações cristãs para defender sua opinião. Com isso, Alice consegue o que deseja sem pecar”, observa Maitê. (IstoÉ)

Crítica

Você pode não gostar do enredo (meu caso), mas é inegável a qualidade do argumento e inquestionável a performance da atriz, segurar o texto com uma linguagem rebuscada por mais de uma hora, sozinha, não é pra qualquer um. Aliado a isso, no caso da apresentação de ontem, sobraram inteligência e bom-humor para Maitê lidar com a plateia quando houve reclamação do som, os cinco (5) microfones distribuídos pelo belo palco não captavam bem a voz da atriz, o que poderia ser resolvido com um simples “lapela” sem fio preso em seu busto por fita adesiva transparente. Valeu a pena pelo conjunto da obra: boa atriz, bom argumento e pouca oferta de eventos desse nível na cidade.

E que recebamos mais cultura pois como disse Karl Popper, “A possibilidade de lutar com palavras, em vez de lutar com armas, constitui o fundamento da nossa civilização.”




Por Magno Barros

Nenhum comentário:

Comentários considerados de baixo calão ou ofensivo serão excluídos. Este é um espaço para debates saudáveis, pautados na argumentação.