Eventos

[Eventos][bleft]

Notícias

[Notícias][bsummary]

Emprego

[Emprego][twocolumns]
SUA MARCA AQUI

Tecnologia

[Tecnologia][bsummary]

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil é trabalhado na LIPAKI com palestras e prática de esportes

O dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes não passou em branco na cidade de Marabá, pelo menos não no bairro São Félix, ali, uma entidade sem fins lucrativos e que desenvolve várias ações tendo como público alvo exatamente crianças e adolescentes, tirou esse domingo (21) para tratar do tema com palestras para as famílias, um café da manhã, certificação do curso de informática e prática de esportes, mais precisamente Karatê e futebol.

A LIPAKI (Liga Paraense de Karatê Interestilos) começou suas atividades oferecendo gratuitamente a prática do karatê para crianças de baixa renda, hoje a entidade oferece muito mais, com a ajuda de parceiros e apoio do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) a comunidade de São Félix tem na LIPAKI aula de música, instrumentos, informática básica, fotografia, produção de textos jornalísticos, entre outros, tudo de maneira gratuita.

Dia nacional de combate ao abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes


No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espirito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O  “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há quase 40 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.







Nenhum comentário:

Comentários considerados de baixo calão ou ofensivo serão excluídos. Este é um espaço para debates saudáveis, pautados na argumentação.