Eventos

[Eventos][bleft]

Notícias

[Notícias][bsummary]

Emprego

[Emprego][twocolumns]
SUA MARCA AQUI

Tecnologia

[Tecnologia][bsummary]

Coordenadora do Sintepp fala o que muda com o novo PCCR (Vídeo)


Ontem (23) em sessão tumultuada a Câmara Municipal de Marabá aprovou um pacote de alterações no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos educadores do município (PCCR). As mudanças estão causando muito temor dentro da categoria e para esclarecer quais pontos preocupam os educadores, conversamos com a professora Joyce Rebelo, coordenadora do Sintepp/Marabá (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará). 

Assista ao vídeo com a entrevista da sindicalista:


A Secretaria Municipal de Educação informou que aguarda o documento oficial da CMM quanto ao que foi aprovado para só então se manifestar. 


NOTA EXTRAÍDA DA PÁGINA DO SINTEPP


"Acompanhe agora os pequenos avanços do nosso PCCR:

  • Vencimento Básico de todos os professores como nível superior com o Piso + 50% incorporado no vencimento.
  • Gratificação do Apoio de 10% mantida.
  • Manutenção da antiga Vantagem Pessoal - VP.
  • Mudança dos textos do termo gratificação para adicional.
  • Diferenciação dos percentuais para os enquadrados e para os futuros professores que irão requerer sua promoção.
  • Manutenção do nível superior, conforme a Lei Orgânica de 50%.
  • Garantia dos Adicionais de qualificação.
  • Clareza e manutenção do Adicional de Promoção Horizontal.
  •  Supressão dos 20% de nível superior. 


Acompanhe os retrocessos sem avanços:

  • Perdas que variam até 3.600,00 da carreira.
  • O projeto não criou a nova Vantagem Pessoal para assegurar as perdas.
  • Retira a gratificação de regência que varia de 700,00 a 800,00 reais e não inclui a Hora atividade.
  • Reduz a gratificação dos diretores.
  • Reduz as gratificações de titularidade: Especialização: 15%, Mestrado 20% e Doutorado 30%.
  • Não acumula os adicionais de nível superior e especialização quando sair a ADI.
  • Atrela a licença para estudos à obtenção de promoção de especialização, mestrado e doutorado.
  • Reduz a gratificação dos professores do Modular da Zona rural com uma perda de mais de 1.200,00 sem contar com a desindexação."



Nenhum comentário:

Comentários considerados de baixo calão ou ofensivo serão excluídos. Este é um espaço para debates saudáveis, pautados na argumentação.